Como as frotas, os negócios globais podem tornar as estradas mais seguras